A 25ª Experiência expande conceitos do progressivo psicodélico em novo single

A Abraxas Records lança o novo compacto digital d’A 25ª Experiência, banda paulistana de rock progressivo psicodélico, com muitas referências às sonoridades típicas dos anos 70. São duas músicas, uma delas instrumental.

Com nova formação e mais referências musicais, A 25ª Experiência acaba de lançar o novo compacto digital – com duas músicas – pela Abraxas Records. “Alquímica” e “Oh! Man! Estourei me chinelo” são duas composições que condensam a verve do rock anos 70, mas sem tirar os pés dos dias atuais, e completa tudo com fuzz, órgãos, pianos elétricos e sintetizadores. Ouça nas principais plataformas de streaming: https://sl.onerpm.com/5990972394.

Ambas as canções foram compostas por Fabrício Pinho (guitarra e voz). Completam a banda os novos membros André Mainardi (baixo e voz), Humberto “RMNY” Fernandes (teclas e voz) e Gabriel Rêgo (bateria).

“Alquímica” tem uma letra que foi concebida através da observação da natureza, associando-a a conceitos da matemática como os conjuntos numéricos de forma filosófica: os números racionais, naturais e reais. “Traz uma mensagem de esperança e um apelo para que as pessoas busquem entender a importância da individualidade para si e para as pessoas”, conta a banda. O instrumental é influenciado por artistas como Camel, Yes e Clube da Esquina.

“Oh! Man! Estourei Meu Chinelo” é uma faixa instrumental, influenciada principalmente pela sonoridade do álbum “Bundles”, da banda inglesa Soft Machine, mas traz também aspectos sonoros de bandas como King Crimson e a já citadas Camel e Yes.

Deixe uma resposta