Mani Carneiro lança novo EP; ouça “Canções Para…”

O cantor Mani Carneiro, pernambucano radicado no Rio de Janeiro, segue entregando novas canções ao público. Reunindo os já bem recebidos singles “Depois de Agora” e “Dia de Sonho”, além de outras duas inéditas, o EP “Canções Para…” mescla o olhar de cronista do compositor com inspirações inesperadas – como o filme “Blade Runner” e a obra literária “O Tempo e o Vento”, de Érico Veríssimo. Conheça mais abaixo sobre o trabalho, já disponível nas plataformas de streaming! Ouça aqui:  http://bit.ly/CancoesParaSpotify

Trazendo um diálogo de intensidades, o cantor Mani Carneiro lança o EP “Canções Para…”. O registro mostra quatro faixas que abordam sensações desde as mais leves até intensas, que deixam o ouvinte refletir sobre as várias narrativas do cotidiano, e inclui referências ao filme Blade Runner. O lançamento é o primeiro da trilogia de inéditas do artista, e teve a mixagem e masterização de Chico Neves (Los Hermanos, Lenine, Nando Reis, O Rappa, Arnaldo Antunes).

O EP “Canções Para…” é um conjunto de ideias de Mani Carneiro. As novas composições demonstram uma fase moderna do cantor, bem diferente do músico por trás de “Ecoou” (2015). O lançamento comprova o crescimento e amadurecimento do artista, evidente graças ao colorido sonoro de faixa a faixa, que abusa de arranjos cheios e expressivos.

 

“Para mim, a mudança é constante e às vezes de uma música pra outra tudo já muda. No meu processo de composição elas mesmas se escolhem sozinhas e a mudança continua. Me propus a preencher mais os arranjos e dar sonoridade maior de banda, penso que fundamentalmente o que muda é a diversão de continuar experimentando, enquanto reconheço cada uma das canções”, entrega Mani.

 

A música brasileira faz parte do nicho de inspirações. Toda a gama do cancioneiro popular se mistura com o som de grandes nomes da cena internacional, exemplo de Vangelis e Kraftwerk, e de gêneros como o New Wave e Tecnopop britânico. “Achei que estava na hora de buscar esses elementos e juntá-los ao meu violão, misturando texturas e climas”, revela o cantor.

 

O EP abre com a canção “Depois de Agora”, um poema cativante de instrumental sublime. A música traz parcerias com profissionais de destaque no cenário nacional. Gravado no prestigiado estúdio YB, em São Paulo, o time traz a produção musical e percussão de Jam da Silva (Dona Margarida Pereira, DJ Dolores & Orquestra Santa Massa, O FURTO), e os arranjos de metais do americano Mark Lambert (Astrud Gilberto, Milton Nascimento, banda Renascence).

 

Assista o clipe oficial de “Depois de Agora”:

A seguinte, “O Vento e o Tempo”, conta com um clima que estabelece diálogo entre vozes e baterias, violões e sintetizadores. Inicialmente lenta, com ecos no background, a canção dita um ritmo acústico diferente do convencional, com batidas pulsantes da percussão. A música ainda faz alusão a obra prima de Érico Veríssimo, “O Tempo e o Vento”.

 

A terceira faixa é “Chove”. Gravada e editada pelo próprio Mani Carneiro, a canção contempla a saudade preenchida, ou esvaziada, pela chuva registrada como melodia. O alinhamento ainda conta com sampler da cena final do clássico Blade Runner, intitulada “Tears in the Rain”, em referência ao monólogo do replicante Roy Batty.

 

“Eu cresci nos anos 80 e Blade Runner marcou minha geração, tanto por sua visão de futuro e tecnologia, e questionamento sobre o que seria ser humano, como também pela trilha genial do Vangelis. Tive um choque ao reassistir à parte final em que o ator Rutger Hauer, interpretando um android prestes a morrer, faz a cena mais humana do filme e diz, debaixo de chuva, que tudo se perderá no tempo, like tears in the rain (como lágrimas na chuva)”, conta Mani.

 

“Dia de Sonho” finaliza o EP com maestria. Escrita logo após uma separação, a música traz a ideia de que calmaria e devastação são opostos que caminham juntos. A letra mostra uma carga melancólica e nostálgica, contrastando com a percussão rápida e intensa. A ideia de Mani ao compor a marcação da bateria é emular um espírito livre e selvagem, quase enfurecido, para representar a vibração da música, seguindo a ideia de paradoxo ao comparar a existência com o cotidiano circense.

 

Novo trabalho do cantor e compositor pernambucano Mani Carneiro, “Canções Para…” é um convite ao ouvinte pensar por si a pergunta proposta pelo artista: para que serve uma canção? A obra marca uma trilogia de lançamentos de inéditas previstos para esse ano, com dois EPs e um álbum. Mani é um dos grandes nomes da cena brasileira e, em carreira solo ou ao lado da consagrada banda As Parêa, já dividiu palco com nomes como Lenine, Zeca Baleiro, Chico César e Cátia de França.

Ouça “Canções Para…”:

 

Spotify: http://bit.ly/CancoesParaSpotify

Deezer: http://bit.ly/CancoesParaDeezer

YouTube: http://bit.ly/CancoesParaYT

iTunes: http://bit.ly/CancoesParaApple

Google Play: http://bit.ly/CancoesParaGPlay

 

Acompanhe Mani Carneiro:

 

Facebook: https://www.facebook.com/manicarneirooficial/

Instagram: https://www.instagram.com/mani_carneiro/

Twitter: https://twitter.com/manicarneiro

Site:

 

Ficha Técnica:

Mani Carneiro –  “Canções Para…” (2018)

 

1. Depois de Agora:

Produzida por Jam da Silva

Gravado em Estúdio YB (SP)

Arranjos de metais: Mark Lambert

Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo: Francisco Duarte (trompas), Marco Delfino (tuba) e Sidmar Vieira (trompete)

Voz: Mani Carneiro e Sheyna Adamo

Mixagem e Masterização: Chico Neves

 

2. O Vento e o Tempo:

Produzida por Lamarca Dibi Kini

Gravado em Dibi Kini Music Lab (SP) e Pombo Studio (RJ)

Vozes, Beatbox, violão, Agogô e edição: Mani Carneiro

Sintetizadores, Samplers e Efeitos: Lamarca Dibi Kini

Bateria: Hélio Ratis

Engenheiro de Gravação: Márcio Pombo

Mixagem: Mani Carneiro

Masterização: Chico Neves

 

3. Chove:

Produzida por Mani

Gravada em Pombo Studios

Voz, Violão, Chuva, Sintetizadores e Sampler: Mani Carneiro

Engenheiro de Gravação: Márcio Pombo

Mixagem e Masterização: Chico Neves

 

4. Dia de Sonho:

Produzida por

Gravada em

Voz: Mani Carneiro

Bateria: Maurício Calmon
Mixagem e Masterização: Chico Neves

Nathália Pandeló Corrêa
Build Up Media
+55 24 2243-5394
Skype: nathaliapandelo