São Thomé das Letras: a Cidade!

imagem30-09-2017-13-09-26

Oi gente, tudo bem?No final de agosto, eu e meu namorado vamos de férias para São Thomé das Letras. Viajar sempre é tão incrível e eu fiz muitas fotos deste lugar mágico que tinha que compartilhar com vocês.São Thomé sempre foi um dos destinos que sempre queremos ir, e mesmo quando morávamos em MG não foi possível por N motivos, como neste ano, tiramos férias no mesmo mês, pegamos nossas malas e partimos.Ai eu te pergunto: Como fazer um post sobre essa cidade enriquecedora sem usar 500 fotos? hahaha – Dividirei em 4 entradas, para poder falar com os detalhes de cada canto da cidade, os passeios, a pousada em que me hospedei, e o que senti estando lá.Bem, vamos lá. São Thomé das Letras é uma cidade turística que fica no sul de Minas Gerais e tem um pouco mais de 6500 habitantes. Sim, ela é muito pequena, mas com uma magia, a natureza e a história imensa! ?Como uma legítima cidade do interior, óbvio que ela tem uma linda igreja na praça central. Praça essa que está rodeada de todo o tipo de pessoas, hippies, músicos, artesãos, turistas e muito bate-papo. Ah, eu não acho que São Thomé é uma cidade tão tranquila, ela também tem vida noturna, viu? Sim, há vários bares, cafés-bares que funcionam durante a noite e são deliciosos. Um deles é o da Caverna Pub, publiquei algumas fotos dele no meu Instagram e você pode ver aqui. Recomendo!!! Pelo que pude entender, a economia da cidade gira em torno das várias pedreiras que atuam por lá, e do turismo, é claro. Se tem uma coisa que São Thomé tem de sobra são pousadas, hotéis e artesanato <3 Falarei mais sobre o alojamento dos próximos posts 😉 A primeira dica que vou deixar para quem é saber: levem um pouco de dinheiro em dinheiro, porque em São Thomé tem apenas um banco Itaú e uma loteria. Mas fiquem tranquilos, na cidade de lojas e bares aceitam cartão, apenas os artesãos e alguns comércios em torno das cachoeiras que não. A segunda é: se você vai a São Thomé, vá de carro! SIM, é possível ir de ônibus, mas a maioria dos pontos turísticos são afastados da cidade, o caminho é longo, por caminhos de terra. É possível chegar a eles com os carros dos diferentes guias turísticos que trabalham na cidade, mas acho que está mais caro do que ir com o carro. E outra, pegar a estrada é de aventuras sem limites, certo? AMO! Outro fator que acredito ser relevante, é o preço da alimentação. Se você for passar um fim-de-semana, talvez não se importe muito com isso, mas se, como nós, você vai ficar mais que 2 dias aconselho dar um bom passo para analisar os preços. Alguns dos restaurantes que ficam concentrados na praça tem uma faixa de preço elevada, na maioria deles, podem-se ver os valores expostos nas paredes de fora. Nós optamos por não comer todos os dias, tomávamos um belo café da manhã reforçado no hotel, e durante o dia beliscávamos algumas coisas que compramos no mercado e deixávamos armazenado, após a noite íamos algumas pizzarias e bares, mas sempre pesquisando para dar aquela economizada verdade mores! Posso dizer que São Thomé é a cidade mais good vibes que tenho conhecido, eita lugar aconchegante e em nos.! Se você está na necessidade de alguns dias de paz e contato com a natureza, já sabe onde ir 😉